pokemon_go
15 de julho de 2016

O sucesso do Pokemon Go

No último dia 5 foi lançado pela Niantic nos Estados Unidos e na Oceania o jogo de realidade aumentada Pokemon Go. A Nintendo, empresa detentora da marca Pokemon, participou a parceria no desenvolvimento do app que, embora ainda não tenha sido lançado oficialmente no Brasil, já virou febre entre gammers do mundo inteiro.

Apps e softwares de realidade aumentada acrescentam, por meio digital, elementos na vida real. Em 2009, com a popularização dos smartphones, o Foursquare tinha uma premissa muito parecida. Conforme faziam seus check-ins, os usuários ganhavam selos que eram usados para traçar o perfil deste usuário. De acordo com o perfil de check-ins do usuário, era possível traçar se ele é baladeiro ou um profissional muito dedicado, por exemplo.

Percebendo que as pessoas disputavam ferrenhamente as prefeituras de um local (a pessoa com maior número de check-ins num determinado local se tornava o prefeito, aquele que é conhecido na praça – pelo menos no app), a Foursquare Labs, Inc. criou a partir do primeiro app alguns spin offs – como o Monopoly para Foursquare, que transformou a disputa de badges, pontuações e check-ins numa versão live do famoso jogo de tabuleiro. Posteriormente o Foursquare se tornou um guia de locais, enquanto o foi criado um outro app, o Swarm, para manter a premissa de check-ins e disputas.

Esta é, porém, a primeira vez que um jogo de realidade aumentada viraliza de forma tão rápida. Para os 90’s kids não há muitas novidades no modo de funcionamento do jogo – ele é muito parecido com o jogo que existia para GameBoy. O usuário se cadastra no app e customiza o seu mestre Pokemon. A partir daí, com o auxílio da câmera do celular e o dispositivo de geolocalização, ela passa a encontrar criaturas pela cidade. Há também a opção de disputa Pokemon entre dois mestres na mesma localização, embora ainda em teste, bem como a evolução das criaturas.

O sucesso do jogo é tão estrondoso que ele já se encontra sob ameaça digital e uma falha de segurança já foi encontrada e corrigida para evitar que os dados capturados pelos desenvolvedores do app sejam vazados. O jogo oferece outros features muito interessantes que exploram o sightseeing e a pratica de exercícios físicos, uma vez que há ovos que exigem que o usuário caminhe um determinado número de quilômetros até serem chocados.

Por conta da popularidade e rápida ascensão no número de usuários cadastrados, uma operadora de telefonia dos Estados Unidos já está oferencendo pacotes de internet gratuitos para jogadores de Pokemon Go. E, como era de se esperar, já surgiram os primeiros acidentes por conta de usuários distraídos com o app, bem como piadas com uma certa criatura com formato fálico.

O jogo ainda não está disponível nas lojas de aplicativo brasileiras, mas existem tutoriais para download disponíveis na internet. E você, já jogou?

Fique atento à nossa página do Facebook e do LinkedIn para mais notícias sobre marketing digital, redes sociais, comunicação, propaganda e design!

Imagem: Reprodução

Comments

comments