Foto: reprodução

Imagem: reprodução

Na semana passada, mais precisamente na última terça-feira, 02, o Instagram lançou um novo recurso para seus usuários: o Instagram Stories. Muito similar ao recurso do concorrente Snapchat, o Instagram Stories armazena fotos e vídeos dos usuários por 24 horas. Depois disso elas somem do aplicativo.

Além de salvar suas histórias diárias, o Instagram Stories também oferece filtros e stickers bastante similares aos do concorrente. O CEO do Instagram, Kevin Systrom, confirma que a inspiração para a criação do novo recurso veio do concorrente. Em sua fala, Systrom defende: “[…] Estamos falando de um formato e como você leva isso para a rede e dá o seu toque nele. O Facebook inventou o feed, o Linkedin incorporou o feed, Twitter incorporou o feed, Instagram incorporou o feed e todos eles são bem diferentes agora, servindo propósitos diferentes.”

O novo recurso já foi testado por diversas marcas no Brasil e no mundo. O algoritmo do Instagram Stories funciona em sintonia com o algoritmo do feed do Instagram – você verá com mais frequência as histórias dos usuários com quem você mais interage através da rede, isto é, aqueles que você mais curte e comenta nas fotos.

Assim como no Snapchat, é possível ver quem são os usuários que viram sua história e mandar mensagens privadas a partir de alguma imagem ou vídeo. Há quem considere que o Snapchat pode se tornar uma ferramenta obsoleta com a criação do Instagram Stories. Isso porque a base de usuários do Instagram é consideravelmente maior que a do Snapchat e que o uso do Snapchat foi popularizado por celebridades que encontraram na ferramenta uma forma de se aproximar do seu público.

Achismos à parte, é sabido que a Facebook Inc tentou comprar o Snapchat em 2013 por um valor 3 vezes maior que o que a companhia pagou pela compra do Instagram em 2012. À época, Evan Spiegel, criador do Snapchat declarou que foi intimidado por Mark Zuckerberg com a promessa de que o Facebook lançaria muito em breve um aplicativo similar ao Snapchat. Tal aplicativo jamais existiu. Levou 3 anos para que a empresa incorporasse o Stories ao Instagram.

Da mesma forma que a Google pena para crescer no mercado das redes sociais (que nunca nos esqueçamos do fracasso do Google Wave e da pouca aderência ao G+), o Facebook briga para dominar o mesmo mercado, o que torna o Snapchat um potencial inimigo a ser combatido com as melhores tropas e armas da marca. Só o tempo dirá se o recurso foi um divisor de águas nas redes sociais.

Fique atento à nossa página do Facebook e do LinkedIn para mais notícias sobre marketing digital, redes sociais, comunicação, propaganda e design!

Comments

comments